LUGAR DE CHICLETE É NO ASFALTO!

Por Bruno Rezende.


coluna zero, meio ambiente, consumo consciente, chiclete no asfalto, chiclete, comportamento, aves, ameaça

Para quem curte um chicletinho, vai uma dica importante para o momento que pensar em descartá-lo. Se você ainda não sabe, um chiclete demora cerca de 5 anos para se decompor. O processo de pulverização pode ser acelerado com uma atitude bem simples: jogando seu chiclete no asfalto. Um chiclete jogado no chão começa a ser destruído pela luz e pelo oxigênio do ar, que o fazem perder a elasticidade e a viscosidade. Além disso, o atrito constante dos pneus dos veículos colabora com a decomposição.

Parece óbvio? Não parece, é óbvio!

Com essa atitude você também evita sentir remorso pela morte de alguns passarinhos, pois eles são atraídos pelo cheiro adocicado e pelo sabor de fruta dos chicletes deixados ou atirados irresponsavelmente por aí.
O resultado de descartar o chiclete no lugar errado é que as aves vão pegá e ao sentirem o chiclete grudando em seu bico tentam desesperadamente retirá-lo com os pés, porém, não conseguem. Aí meu amigo, o pior acontece: acabam morrendo sufocados, asfixiados, ou ainda, enforcados.

Então já sabe, que jogar o chiclete fora? Joga no asfalto, de preferência numa avenida bem movimentada.



Pin It now!





8 comentários:

Thaís Camargo disse...

Nossa! Essa do chiclete no asfalto é nova pra mim! Gostei da dica!

Ah, aproveito para parabenizar a equipe pois eu me divirto muito assistindo aos videos!

O responsável pela edição está de parabéns, a trilha e os efeitos sonoros estão ótimos... morri de rir com a trilha de mario bros (que saudade!!) em um dos videos, muito bom mesmo!!

beijão!

Bruno disse...

Olá Thaís!

Essa dica do chiclete é uma atitude tão ínfima que pode parecer até uma besteira. Mas são as pequenas atitudes que na soma resultam num grande problema para todos.

Agradeço pelo elogio aos vídeos, pois sou eu que edito. Com o tempo a gente vai melhorando.

Continue nos acompanhando e sugerindo lugares para gente visitar.

Beijos,

Bruno Rezende

Thaís Camargo disse...

S-A-N-A, ainda é distrito de Macaé (cidade onde moro) e nao é só de maconha que a galera vive lá nao...rsrssrrs... tem muuuuuuuuitas cachoeiras lindas, escalada ao peito do pombo pra ver o sol nascer, muuuuuito forrozinho... acho que ia dar um video bem legal!! se precisar de ajuda, só entrar em contato!!

Bruno Rezende disse...

kkkkkk! SANA e Lumiar estão no nosso roteiro, mas não tínhamos referências.

Bom saber que vc poderá nos dar os caminhos das pedras quando formos. Vamos entrar em contato sim.

Valeu viu! Beijos,

Bruno Rezende

Anônimo disse...

Alguém já limpou chiclete do carro? Sabem o que acontece quando a coisa preguenta fica derretida pelo calor e espalha pela força das rodas girando? Poisé, vira a maior meleca.

Lugar de lixo é no lixo.

Anônimo disse...

péssima sugestão. Lugar de qualque descarte é no lixo.

Anônimo disse...

Anônimo, leia com atenção o post.
O chiclete é feito de petróleo, por isso ele se adere ao asfalto, se tornando parte dele, e depois é decomposto, sumindo.

Por outro lado, jogado no lixo é um problema. Temos em mente que o lixo sai das nossas casas e some. Mas não é assim. Estamos com lixões cada vez maiores, causando doenças a moradores próximos dessas áreas, animais, e poluinto aquíferos. Será que todos aki separam seu lixo (reciclado e orgânicos), fazem compostagem e ants de tudo, evitam o consumismo para gerar menos lixo? Espero que sim.
O chiclete é mais um detalhe. Misturado ao lixo normal, que ir[á para lixões/aterros, ele se acrescenta ao amontoado de lixo e demora cerca de 5 anos para se decompor.
Pense nisso.

Vivian Nakano disse...

Ouvi falar mesmo, mas tive que entrar num site pra confirmar e saber o porquê :D
Valeu ae ! Beijão